Noticianahora.com.br

“Brincadeira de Criança” valoriza brincadeiras tradicionais

17/02/2012 - [14h:08m] - Cultura      Diminuir Aumentar

O espetáculo “Brincadeira de Criança” retrata as brincadeiras tradicionais brasileiras, através da dança, poesia e música. “Detetive”, “Ciranda” e “Amarelinha” estão entre as brincadeiras encenadas na montagem, contemplada pelo Edital Yanka Rudzka 03/2010, de apoio à montagem de espetáculo de Dança, da Fundação Cultural do Estado da Bahia. O espetáculo fica em cartaz nos dias 06 e 13/03, no Centro de Cultura de Plataforma; 07 e 08/03, no Centro de Cultura de Lauro de Freitas e no dia 21/03, no Cine-Teatro Solar Boa Vista, sempre às 15h. Os ingressos custam R$ 3 (inteira) e R$ 1,50 (meia), no Centro de Cultura de Plataforma e no Cine-Teatro Solar Boa Vista. No Centro de Cultura de Lauro de Freitas, a entrada é franca.

Fonte: Redação Notícia na Hora

Imprimir Página

Enviar comentário

Comentários Facebook

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Programa 27 - Dr. Jailton Delogo

Eventos

  • Noitada Carioca

  • Noitada Carioca

  • Porto Velho (RO) - ASDEVRON E SENAI entregam diploma para 1ª turma de informática a deficientes visuais

  • 2ª edição Paquerinha - Banda Duas Medidas

Você acha que os postos de combustíveis de Salvador praticam preços abusivos?
 

Esta enquete ou sondagem não se reveste do mesmo caráter científico de uma pesquisa de campo, é um levantamento de opiniões, sem controle de amostra, dependendo apenas da participação espontânea do interessado.  Sobre política ou eleições, fica o esclarecimento de que não se trata de pesquisa eleitoral. (artigo 15 da Resolução n.º 22.623/2007 - TSE).

Colunistas


Este site não se responsabiliza pelo conteúdo de terceiros citados aqui. A opinião dos colaboradores e dos leitores não necessariamente representa a opinião do Notícia na Hora. Os direitos de veiculação de artigos aqui publicados pertencem aos seus respectivos autores e nossos colaboradores.
A divulgação é permitida desde que citados os créditos.