Noticianahora.com.br

Carlinhos Brown se manifesta sobre a greve da Polícia Militar

08/02/2012 - [10h:23m] - Geral - Variedades      Diminuir Aumentar

Em entrevista ao jornal O Globo, o cantor Carlinhos Brown comentou sobre a greve da Polícia Militar da Bahia, mostrando a sua preocupação com os seus conterrâneos. "Estou trocando o Oscar pela paz na minha cidade e no meu país. Minha cidade deste jeito e eu pensando em comemorar? Não dá. Meu troféu é a paz", disse o artista, que foi indicado ao Oscar pela trilha sonora do filme Rio.

O artista baiano declarou não garantir a sua participação no carnaval de Salvador. "Vou fazer o carnaval se tiver segurança. Sem isso, não dá. Não é que a cidade seja fascista. Mas tem gente que aproveita e vira baderneiro por 24 horas. A gente não quer ver cidadãos mortos, não quer ver guerra. Eu me sinto envergonhado de ser incapaz de fazer alguma coisa. A gente (os artistas) foi muito omisso nessa história", afirmou.

 Ele também reforçou a ideia de que a culpa do caos na cidade não se deve apenas aos grevistas. "Não podemos falar só da polícia. Os governantes precisam reestruturar a figura do servidor público. Isso começou com os bombeiros no Rio de Janeiro. Quem disse que a força nacional também não pode entrar em greve? Fazer greve é um direito de qualquer cidadão. Não estou a favor ou contra governo ou os policiais. Sou a favor de um entendimento que nao exponha a sociedade. A Bahia é calma, mas quando se rebela, rebela mesmo", declarou.

Fonte: Fabiana Oliva - Redação Notícia na Hora

Imprimir Página

Comentários

  • carla - 14/02/2012 : 10h:45m

    coca

Enviar comentário

Comentários Facebook

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Eventos

  • Noitada Carioca

  • Noitada Carioca

  • Porto Velho (RO) - ASDEVRON E SENAI entregam diploma para 1ª turma de informática a deficientes visuais

  • 2ª edição Paquerinha - Banda Duas Medidas

Você é a favor ou contra da maioridade penal aos 16 anos?
 

Esta enquete ou sondagem não se reveste do mesmo caráter científico de uma pesquisa de campo, é um levantamento de opiniões, sem controle de amostra, dependendo apenas da participação espontânea do interessado.  Sobre política ou eleições, fica o esclarecimento de que não se trata de pesquisa eleitoral. (artigo 15 da Resolução n.º 22.623/2007 - TSE).

Colunistas


Este site não se responsabiliza pelo conteúdo de terceiros citados aqui. A opinião dos colaboradores e dos leitores não necessariamente representa a opinião do Notícia na Hora. Os direitos de veiculação de artigos aqui publicados pertencem aos seus respectivos autores e nossos colaboradores.
A divulgação é permitida desde que citados os créditos.