Noticianahora.com.br

Carlinhos Brown se manifesta sobre a greve da Polícia Militar

08/02/2012 - [10h:23m] - Geral - Variedades      Diminuir Aumentar

Em entrevista ao jornal O Globo, o cantor Carlinhos Brown comentou sobre a greve da Polícia Militar da Bahia, mostrando a sua preocupação com os seus conterrâneos. "Estou trocando o Oscar pela paz na minha cidade e no meu país. Minha cidade deste jeito e eu pensando em comemorar? Não dá. Meu troféu é a paz", disse o artista, que foi indicado ao Oscar pela trilha sonora do filme Rio.

O artista baiano declarou não garantir a sua participação no carnaval de Salvador. "Vou fazer o carnaval se tiver segurança. Sem isso, não dá. Não é que a cidade seja fascista. Mas tem gente que aproveita e vira baderneiro por 24 horas. A gente não quer ver cidadãos mortos, não quer ver guerra. Eu me sinto envergonhado de ser incapaz de fazer alguma coisa. A gente (os artistas) foi muito omisso nessa história", afirmou.

 Ele também reforçou a ideia de que a culpa do caos na cidade não se deve apenas aos grevistas. "Não podemos falar só da polícia. Os governantes precisam reestruturar a figura do servidor público. Isso começou com os bombeiros no Rio de Janeiro. Quem disse que a força nacional também não pode entrar em greve? Fazer greve é um direito de qualquer cidadão. Não estou a favor ou contra governo ou os policiais. Sou a favor de um entendimento que nao exponha a sociedade. A Bahia é calma, mas quando se rebela, rebela mesmo", declarou.

Fonte: Fabiana Oliva - Redação Notícia na Hora

Imprimir Página

Comentários

  • carla - 14/02/2012 : 10h:45m

    coca

Enviar comentário

Comentários Facebook

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Programa 27 - Dr. Jailton Delogo

Eventos

  • Noitada Carioca

  • Noitada Carioca

  • Porto Velho (RO) - ASDEVRON E SENAI entregam diploma para 1ª turma de informática a deficientes visuais

  • 2ª edição Paquerinha - Banda Duas Medidas

Você acha que os postos de combustíveis de Salvador praticam preços abusivos?
 

Esta enquete ou sondagem não se reveste do mesmo caráter científico de uma pesquisa de campo, é um levantamento de opiniões, sem controle de amostra, dependendo apenas da participação espontânea do interessado.  Sobre política ou eleições, fica o esclarecimento de que não se trata de pesquisa eleitoral. (artigo 15 da Resolução n.º 22.623/2007 - TSE).

Colunistas


Este site não se responsabiliza pelo conteúdo de terceiros citados aqui. A opinião dos colaboradores e dos leitores não necessariamente representa a opinião do Notícia na Hora. Os direitos de veiculação de artigos aqui publicados pertencem aos seus respectivos autores e nossos colaboradores.
A divulgação é permitida desde que citados os créditos.