Noticianahora.com.br

Empregados dos Correios voltam ao trabalho e serviço se normaliza em até 5 dias

09/10/2017 - [17h:07m] - Greve - Manifestações      Diminuir Aumentar

Os empregados dos Correios, que tinham aderido à paralisação parcial da categoria, retornaram ao trabalho nesta segunda-feira (9), após aceitar a proposta
do Tribunal Superior do Trabalho (TST), apresentada na última quarta-feira (4), na audiência de conciliação.

A proposta prevê reajuste de 2,07% pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) retroativo a agosto deste ano, compensação de 64 horas, o que equivale
a oito dias, e desconto dos demais dias de ausência, além da manutenção das cláusulas já existentes no Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2016/2017. Sobre
o plano de saúde, a proposta continua em negociação, intermediada pelo TST.

Os Correios estimam que os serviços da empresa sejam normalizados em até cinco dias úteis. Para os serviços com hora marcada, como Sedex 10, Sedex 12,
Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária, que haviam sido suspensos devido à paralisação parcial, a previsão é que voltem a funcionar
até quarta-feira (11).

Com 22 mil trabalhadores, os Correios fizeram um mutirão neste fim de semana, entregando mais de 6 milhões de cartas e encomendas e triando cerca de 10,5
milhões de objetos.
 

Fonte: Agência Brasil

Imprimir Página

Enviar comentário

Comentários Facebook

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Jotta Junior prefeito Hildon Chaves

Eventos

  • Abertura da Olímpiada Rio 2016

  • Linha de cosméticos a base de óleos essenciais foi lançada na noite de ontem (1º) em Salvador

  • Ensaio Fotográfico de Renata Borba

  • Reunião do PSC em Porto Velho

  • 1º Encontro Arjore de Comunicação


Este site não se responsabiliza pelo conteúdo de terceiros citados aqui. A opinião dos colaboradores e dos leitores não necessariamente representa a opinião do Notícia na Hora. Os direitos de veiculação de artigos aqui publicados pertencem aos seus respectivos autores e nossos colaboradores.
A divulgação é permitida desde que citados os créditos.