Noticianahora.com.br

Nem todo surdo é mudo e nem todo mudo é surdo - Por: Priscilla Gusman

15/03/2017 - [09h:04m] - Artigos      Diminuir Aumentar

Observa-se, a partir de alguns aspectos, que o processo de construção da aprendizagem de uma língua de sinais é semelhante à aquisição de qualquer outra língua. Como destaca Lima (2006, p. 3), deve ser [...] concebida como uma atividade constitutiva com a qual se pode tecer sentidos; vista como uma atividade cognitiva pela qual se pode expressar sentimentos, ideias, ações e representar o mundo; visualizada como uma atividade social através da qual se pode interagir com outros seres sociais e que apresenta características essencialmente dialógicas.

O surdo necessita de integração como qualquer outra criança em período de ensino/aprendizagem , destacando a necessidade de  3 aspectos importantes para a integração do educando surdo – oralidade, escrita e lleitura.

O processo de alfabetização não pode entrar no processo mecânico, unicamente, mas um conjunto de ferramentas para que, a criança a ser educada  tenha autonomia  do uso do q seja apresentado a ela.

Um tanto complexa a alfabetização de uma criança surda mas configura de queum surdo nem sempre não tem a oralidade, digo a fala , assim como um mudo pode não ter a fala porem ouvir nitidamente.

Ainda existe esta confusão e a necessidade de esclarecimentos através dos exames de audiometria e , por este exame, o educador poderá fornecer melhores recursos, desde que possa ir em busca dos recursos necessários á formaçao de todos os elementos disponíveis a esta criança .

Recursos pedagógicos isolados e utilizados mecanicamente e tecnicamente, podem trazer conflitos na aprendizagem, podendo sim, o professor utilizar de recursos do dia a dia, como ferramenta dessa troca com o mundo do deficiente auditivo, interagindo, implementando na medida em que avançam os resultados, pois cada criança tem seu ritmo proprio.Cabe também ao educador, explorar o Maximo dos recursos para auxiliar essa criança nesse processo de comunicação não verbal mas no campo do entendimento, sensação e expressão .

Estamos avançando com o passar dos séculos e na contemporaneidade, os recursos dos educadores também , fazendo uso de criatividade, não dispensando  as técnicas apresentadas, podem colaborar para que, muitos saiam do ostracismo que familiares  promovem a estas crianças e trazer a estes, um campo vasto de possibilidades de visualizar o que os ouvidos não podem escutar !

Fonte: Priscilla Gusman

Imprimir Página

Enviar comentário

Comentários Facebook

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Jotta Junior prefeito Hildon Chaves

Eventos

  • Abertura da Olímpiada Rio 2016

  • Linha de cosméticos a base de óleos essenciais foi lançada na noite de ontem (1º) em Salvador

  • Ensaio Fotográfico de Renata Borba

  • Reunião do PSC em Porto Velho

  • 1º Encontro Arjore de Comunicação


Este site não se responsabiliza pelo conteúdo de terceiros citados aqui. A opinião dos colaboradores e dos leitores não necessariamente representa a opinião do Notícia na Hora. Os direitos de veiculação de artigos aqui publicados pertencem aos seus respectivos autores e nossos colaboradores.
A divulgação é permitida desde que citados os créditos.