Noticianahora.com.br

Tufão Talim se aproxima da China; governo evacua áreas da região sudeste

12/09/2017 - [12h:51m] - Internacional      Diminuir Aumentar

O governo chinês deve evacuar áreas propensas a inundações e deslizamentos, ao longo desta terça-feira (12), diante da iminente chegada do Tufão Talim,
que deve tocar a terra no sudeste do país, no final desta semana, informou o jornal independente South China Morning Post.  Cerca de 500 mil pessoas devem
ser afetadas pela medida.

O Departamento de Meteorologia da província de Fujian anunciou hoje a chegada deste fenômeno atmosférico de força e intensidade iguais ao Irma (categoria
4-5), o furacão que castiga há dias a região do Caribe e o Sudeste dos Estados Unidos, com ventos de mais de 200km/h.

Liu Aiming, engenheiro-chefe do departamento, disse ao jornal que a maioria das pessoas que seria afetada pelo tufão mora em áreas propensas às inundações
e deslizamentos de terra e em locais que não seriam resistentes para aguentar a passagem do Talim.

Taiwan

 
O tufão Talim surgiu na costa das Filipinas no último sábado e, antes de chegar à China, passará pelo norte da ilha de Taiwan onde o governo local convocou
ontem uma reunião extraordinária para ativar um centro de resposta de emergências em cooperação com as autoridades locais.

O Centro Meteorológico Central de Taiwan emitiu um alerta marítimo e anunciou que o Talim começará a afetar a ilha com ventos e chuvas fortes amanhã, em
uma área povoada da ilha.

Os mercados estão cheios, com longas filas e a população local busca comprar produtos antes da chegada do Talim, temendo que a tempestade destrua colheitas
e aumente o preço das frutas e verduras.

Os danos de Talim na ilha dependerão da sua atual trajetória, mas diante de experiências passadas, existe o receio de interrupções no fornecimento de energia
elétrica a centenas de milhares de usuários. Também não estão descartadas inundações e deslizamentos de terra e rochas.

Os tufões do Pacífico castigam Taiwan todos os anos, causando não apenas fortes prejuízos à agricultura e infraestrutura, mas também vítimas. Em 2009,
o tufão Morakot causou a morte de aproximadamente 700 pessoas, em 2009.

*As informações são da agência de notícias EFE
 

Fonte: Agência Brasil

Imprimir Página

Enviar comentário

Comentários Facebook

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Jotta Junior prefeito Hildon Chaves

Eventos

  • Abertura da Olímpiada Rio 2016

  • Linha de cosméticos a base de óleos essenciais foi lançada na noite de ontem (1º) em Salvador

  • Ensaio Fotográfico de Renata Borba

  • Reunião do PSC em Porto Velho

  • 1º Encontro Arjore de Comunicação


Este site não se responsabiliza pelo conteúdo de terceiros citados aqui. A opinião dos colaboradores e dos leitores não necessariamente representa a opinião do Notícia na Hora. Os direitos de veiculação de artigos aqui publicados pertencem aos seus respectivos autores e nossos colaboradores.
A divulgação é permitida desde que citados os créditos.