QUARTETO FANTÁSTICO | Novo reboot da franquia pode chegar em 2023

Segundo o portal GWW, a franquia "Quarteto Fantástico" pode passar pelo 4° reboot. Diretor de "Homem-Formiga e a Vespa" estaria à frente do longa.

Segundo o portal norte-americano GWW, a franquia Quarteto Fantástico pode passar pelo seu quarto reboot, pois a Marvel tem intenções de produzir um novo longa para 2023. Segundo o site, a viabilidade da produção se deu após a Disney comprar a Fox, que produziu os filmes anteriores da franquia. Dessa forma, Quarteto Fantástico pode ser uma das obras que expandirá ainda mais o Universo Cinematográfico da Marvel (UCM).

De acordo com o site, rumores indicam que o presidente da Marvel pretende que o filme do grupo de heróis seja lançado até 2023 e que o diretor Peyton Reed (Homem-Formiga e a Vespa; Sim Senhor) crie sua própria versão dos personagem, já que ele é o favorito para assumir o projeto.

Nenhum dos rumores ainda foram confirmados pela Fox, Disney ou pela própria Marvel, portanto, ainda não se têm informações oficiais sobre o enredo e a produção do longa.

CONFIRA Também:
HBO MAX | Filmes de 2021 serão lançados simultaneamente no streaming e nos cinemas

Quarteto Fantástico: conheça as versões anteriores

Não é toda franquia que passa por 4 reboots em menos de 25 anos. A tentativa da Marvel de fazer Quarteto Fantástico dar certo vem de longa data: a primeira delas aconteceu em 1994, quando o diretor Oley Sassone adaptou a primeira versão do longa. Nela, estrelaram os atores Michael Bailey Smith (Coisa), Rebecca Staab (Mulher Invisível), Jay Underwood (Tocha Humana) e Joseph Culp (Doutor Destino). O mais curioso é que o filme nunca chegou a ser lançado nos cinemas, e o conteúdo que se tem foi vazado via cópias ilegais que circularam pelo mundo.

A segunda – e mais conhecida – tentativa de reviver a franquia ocorreu em 2005, quando Tim Story assumiu a direção do filme. Estrelado por grandes nomes do entretenimento como Chris Evans (Tocha Humana), Jessica Alba (Mulher Invisível), Ioan Gruffudd (Senhor Fantástico) e Michael Chiklis (Coisa), o mesmo tinha tudo para se tornar um grande blockbuster. A crítica especializada e o público geral, entretanto, não parece ter gostado tanto da adaptação: a ação azedou 40% de aprovação no Metacritics e arrecadou “apenas” 330 milhões de dólares mundialmente, o que contribuiu para seu fracasso futuro.

Ainda correndo riscos, Tim Story aceitou retornar para a franquia em 2007, com o lançamento da sequência “Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado“. Estrelado pelos mesmos astros do seu anterior, o elenco ainda ganhou a colaboração de Doug Jones no papel do próprio Surfista Prateado. O filme, entretanto, também teve pouca sorte com a bilheteria e aprovação: arrecadando US$289 milhões mundialmente e aprovado por apenas 45% da crítica, o longa decretou o cancelamento da franquia.

A última (até então) tentativa de fazer Quarteto Fantástico dar certo ocorreu em 2015, quando o corajoso Josh Trank (Poder Sem Limites; Big Fan) topou assumir a direção do reboot. Dessa vez, entraram para o elenco os atores Michael B. Jordan (Tocha Humana), Miles Teller (Sr. Fantástico), Jamie Bell (Coisa), Kate Mara (Mulher Invisível) e Toby Kebbell (Doutor Destino). A esperança de que o filme pegasse, entretanto, durou pouco tempo: com orçamento de US$120 milhões, o longa arrecadou menos de US$170 milhões mundialmente e recebeu apenas 9% de aprovação crítica no Rotten Tomatoes, enterrando as chances de qualquer continuação.

Com o histórico de azar da franquia, nos resta desejar muita sorte à Peyton Reed e aos produtores executivos do novo reboot, caso o mesmo aconteça. Eles certamente irão precisar.

Arquiteto e Urbanista aficionado por Cenografia e Cinema. Administrador do Sobre Sagas desde 2013 e apaixonado por adaptações cinematográficas, especialmente de fantasia.

Deixe seu comentário